Como passar massa corrida: materiais e passo a passo fácil

Se você pretende colocar a mão na massa, no sentido figurado e literal da palavra, é muito comum surgirem dúvidas em relação ao processo. Por isso, preparamos uma seleção com as principais dicas para você realizar sua pintura corretamente, utilizando a massa corrida para obter um resultado mais homogêneo e bonito. Ficou interessado e quer saber mais? Então é só seguir conosco e aprender como passar massa corrida para uma parede perfeita. Confira.

Qual a importância em aprender como passar massa corrida?

Muita gente desconhece a real importância em aplicar massa corrida no processo que envolve a pintura e reformas de parede. Até mesmo alguns pintores, que se dizem profissionais, muitas vezes acabam não aplicando a massa corrida de forma adequada. Por isso é tão importante que você saiba, antes de tudo, o motivo pelo qual você deve aplicar a massa corrida, qual é a massa ideal, bem como quais os tipos de massa corrida disponíveis no mercado.

Caso a obra ou reforma seja feita sem a aplicação da massa corrida, muito provavelmente o acabamento não vai sair como esperado. Pelo contrário, certamente aparecerão algumas imperfeições, tais como rachaduras e buracos. Além disso, as diferenças entre superfícies com e sem aplicação da massa corrida são visíveis. Sem ela, a textura não ficará uniforme (e nem bonita), e será possível visualizar pouco tempo depois da obra.

Quais as funções da massa corrida durante a reforma?

Basicamente, as principais funções deste produto são para preparar as superfícies que irão receber a tinta. Com isso, o efeito será paredes uniformes e nivelada. Além disso, serve também para corrigir pequenas em imperfeições para as paredes de alvenaria ou paredes de concreto, bem como pode ser usada para esconder pequenos furos na parede de maneira bem simples, barata e prática.

Todavia, uma das funções menos conhecidas da massa corrida é a seu alto poder de diminuir a porosidade das superfícies e, por consequência, reduzir a redução de absorção de líquidos dos locais onde for aplicada. Isso garantirá que o acabamento da pintura fique muito mais bonito e duradouro, evitando o desperdício em novas pinturas por degradação natural.

Quais tipos de massa corrida existem?

Antes de aprender como passar massa corrida, é importante saber qual é o melhor tipo de massa para o seu caso. Em praticamente todas as lojas de material de construção é possível encontrar uma boa variedade de produtos. Por isso, é comum que muitos clientes não saibam qual escolher para sua obra. Vamos explicar agora quais são elas e também qual é o melhor tipo de massa corrida para cada superfície:

Massa corrida acrílica

A massa corrida acrílica é indicada para áreas externas. Isso porque ela é mais resistente aos efeitos do tempo (sol, chuva, etc). A aplicação exige um pouco mais de força e técnica para trabalhar e lixar, já que função é assentar, rebocar e revestir tetos e paredes.

Massa corrida PVA

A massa corrida PVA é indicada para áreas internas, tais como tetos e paredes, com bases de alvenaria, concreto, gesso ou fibrocimento. Sua principal função rebocar e revestir superfícies com imperfeições pequenas e médias. Quando você quer deixar sua parede lisa e nivelada, essa é a opção ideal.

Massa corrida plástica

A massa corrida plástica é parecida com uma cola e serve, literalmente, para a colagem de peças, tais como pias e vasos. A massa corrida plástica também é utilizada para corrigir imperfeições em caixas d’água e outros materiais da construção civil, tais como o mármore e granito.

Massa corrida multiuso

Permite ao profissional pular algumas etapas do processo de acabamento e pode ser utilizada no lugar da massa corrida comum. É mais prática e de rápida aplicação. Sua principal função é assentar, rebocar e revestir tetos e paredes.

Massa corrida para madeira

Como o próprio nome já diz, o seu uso é específico para as superfícies de madeira e serve tanto para áreas internas quanto externas. Você pode encontrar variações nas apresentações, com cores baseadas nas mais diferentes espécies de madeira. Pode corrigir imperfeições da madeira, tais como rachados ou furos.

Massa corrida para calafetar

A massa corrida para calafetar é aquela utilizada no preenchimento de danos mais profundos e visíveis, como por exemplo fissuras, buracos e frestas. Além das paredes, a massa corrida para calafetar também adere bem em materiais como vidro, plástico e metais. 

Materiais necessários para aplicação da massa corrida

Aprender como passar massa corrida envolve conhecer e preparar uma série de materiais que são necessários para a aplicação de massa corrida nas paredes. Todos eles podem ser encontrados em qualquer loja de materiais de construção, aproveite e compre junto com o seu tipo escolhido de massa corrida. Os materiais são:

  • Espátula de aço;
  • Desempenadeira de aço;
  • Massa corrida específica para o ambiente (interno ou externo);
  • Lixas de variados tamanhos;
  • Selador;
  • Rolo de pintura;
  • Jornal ou papelão para forrar.

Além destes materiais técnicos, você precisará de uma série de materiais de proteção, já que a massa corrida é um produto altamente tóxico e perigoso de ser inalado ou ingerido. Por isso, não se esqueça: é fundamental que você tenha todos esses materiais de segurança antes de iniciar qualquer aplicação:

  • Luvas;
  • Boné ou chapéu;
  • Máscara de pó/ carvão ativo);
  • Óculos de proteção;
  • Roupas fechadas.

Como passar massa corrida: passo a passo

Agora que você já escolheu o seu tipo de massa corrida e está com todos os materiais de trabalho e de proteção, o próximo passo será limpar cuidadosamente as paredes. Para um resultado positivo, elas devem estar livres de sujeiras, mofo, poeira, manchas, graxas, partículas soltas, pinturas antigas.

Se sua parede estiver muito suja, pode lavar com água e detergente neutro. Agora se houver pontos de mofo, pode ser corrigido com uma mistura de água e cloro. Espere secar completamente e pode aplicar a massa corrida. 

Agora, será preciso lizar as paredes com lixa grossa (indicada a lixa nº 180). Após finalizar o processo, limpe novamente as paredes para retirar o excesso pó passando uma vassoura ou um pano macio e úmido. Todo esse cuidado fará com que a aderência da parede seja muito maior para a massa corrida.

Caso a sua parede já tiver sido pintada ou caso ela contato direto com a umidade, será preciso a aplicação da emulsão seladora com um rolo de pintura. Neste caso, você deve aguardar a secagem que pode variar de 1 a 4 horas. Note que não é um procedimento rápido, em nenhuma das etapas. Por isso, não tenha pressa.

Agora, chegou a hora de aplicar a massa corrida na prática. Sempre é indicado começar pelo canto da parede em direção ao centro e, preferencialmente, de baixo para cima, utilizando a espátula com a massa contra a parede. Para um resultado ainda melhor, aplique duas demãos de massa corrida finas. Assim, a primeira demão servirá para corrigir as principais imperfeições e a segunda vai finalizar com um acabamento perfeito.

Caso você enxergue necessidade, depois de utilizar a desempenadeira, lixe cuidadosamente as paredes, com uma lixa fina. Assim, você irá garantir um resultado bonito, liso e sem imperfeições, pronta para receber a pintura.

Outras recomendações

Para encerramos nossas dicas de como passar massa corrida, indicamos que você tenha uma lâmpada com luz branca bem próxima enquanto você realiza a aplicação. Assim, você consegue visualizar melhor eventuais defeitos com mais facilidade. Não se esqueça dos materiais de segurança e leia atentamente as instruções do fabricante.

Agora você já sabe como passar massa corrida, mas não coloque a mão na massa sem luvas!

Aprender como passar massa corrida envolve o passo a passo prático, mas também envolve identificar os riscos e a importância da segurança pessoal. Por isso, não tenha pressa e não se descuide em relação à sua saúde e nem deixe de obter o melhor resultado. Caso ainda tenha ficado alguma dúvida, compartilhe conosco nos comentários abaixo.