Revestimento para cozinha: dicas essenciais e fotos para escolher

Enfim, depois de tanto esperar, finalmente chegou o grande momento de escolher o revestimento da cozinha. E o que parecia ser uma tarefa fácil se tornou uma Via Crúcis aos home centers da vida.

Olha daqui, repara dali, mas a dúvida continua martelando na sua cabeça: “como escolher o revestimento ideal para a cozinha?”. Uma dúvida que já era de se esperar, afinal com tantas opções disponíveis escolher uma entre tantas é realmente desafiador.

E o que fazer então? Buscar informações, dicas e inspirações que possam te auxiliar nessa decisão, como esse post aqui. Sim, reunimos todas as informações que você precisa em um único lugar. Hoje você finalmente vai decidir como será o revestimento da sua cozinha, inspirado nas últimas tendências de decoração. Vamos lá?

O que é, para que serve e onde usar o revestimento para cozinha?

Todo revestimento tem como finalidade principal proteger paredes e chão da umidade, gordura e sujeira tornando a limpeza do ambiente mais prática, rápida e fácil. Mas com o passar do tempo os revestimentos passaram a integrar a decoração dos ambientes, alcançando mais uma função.

Nas cozinhas não seria diferente e os revestimentos se tornaram praticamente item obrigatório. Mas é necessário usar revestimento em todas as paredes da cozinha? Depende. Antigamente era costume revestir todas as paredes com azulejo, mas de uns tempos para cá esse hábito caiu um pouco em desuso e hoje em dia é possível ver projetos de cozinha que utilizam revestimentos apenas na parede onde fica o fogão e a pia. Mas isso é não é uma regra e você pode optar por revestir ou não toda a cozinha, o seu gosto é que manda.

Os revestimentos podem ser usados ainda no balcão de cozinhas americanas, seguindo a mesma proposta do revestimento principal.

Qual cor escolher o revestimento para cozinha?

Como se não bastasse ter que decidir o tipo de revestimento para cozinha, ainda é necessário pensar na cor que ele terá. Mas não fuja desse ponto, ele é muito importante.

A primeira coisa a definir é a tonalidade do revestimento que, nesse caso, pode ser claro ou escuro. Para cozinhas pequenas e pouco iluminadas, o ideal é que o revestimento seja de uma cor neutra e clara, como o branco e os tons de off White, já que essas cores, além de deixarem o ambiente mais clean, ajudam a ampliá-lo visualmente. Outra vantagem dos revestimentos claros é que eles combinam com praticamente todo estilo de decoração e são uma mão na roda para quem tem medo de encarar combinações mais coloridas.

Mas se você deseja um estilo marcante e cheio de personalidade pode apostar em revestimentos escuros ou de cores vibrantes. Nesse caso é aconselhável equilibrar os tons do revestimento com a cor do piso e dos móveis da cozinha, de modo a criar um ambiente harmônico e sem exageros.

O piso precisa seguir o mesmo padrão do revestimento?

Não, alias fuja dessa combinação sempre que possível para não correr o risco de deixar a cozinha caricata demais. No entanto, vale seguir o bom senso e apostar em combinações complementares e harmônicas ou que estejam dentro da mesma paleta de cores, como por exemplo, usar bege no chão e marrom nas paredes. Ou, se preferir, pode jogar todas as suas fichas no branco e deixar que o restante da decoração neutralize o tom excessivamente neutro da base.

Tipos de revestimento para cozinha

Atualmente existe no mercado uma variedade enorme de revestimentos para cozinha. A opção entre um e outro vai depender do quanto você está disposto a pagar e do estilo que deseja imprimir a esse ambiente. Conheça abaixo as principais opções de revestimento para cozinha:

1. Cerâmica

A cerâmica é o revestimento mais popular das cozinhas brasileiras. Disponível em diferentes cores, tamanhos e formatos, a cerâmica é um dos revestimentos mais baratos para cozinha. O material também cumpre perfeitamente com a função de proteger e facilitar o processo de limpeza, além de ser altamente durável e resistente.

AQUI NO IDEIAS DECOR:  Cores para cozinha: 65 ambientes com tonalidades para encontrar a sua

2. Porcelanato

O porcelanato é outra opção muito interessante de revestimento para a cozinha. Mais resistente do que a cerâmica, o porcelanato possui a vantagem de ser um revestimento retificado, ou seja, as peças são cortadas de modo reto e preciso deixando a instalação uniforme e linear, dispensando inclusive o uso excessivo de rejunte, o que contribui para um acabamento mais clean e sofisticado.

Outra vantagem do porcelanato são as diferentes opções de cores, tamanhos e formatos, alguns imitam com perfeição materiais como a madeira e o mármore. No entanto, para quem deseja economizar na obra, o porcelanato pode deixar a desejar, já que o preço do metro quadrado costuma ser mais caro do que o da cerâmica, por exemplo.

3. Pastilhas de vidro

As pastilhas de vidro podem ser usadas com sucesso na cozinha, especialmente para destacar pontos específicos do ambiente. Nesse caso, o material geralmente acaba sendo utilizado apenas na faixa de parede sobre a pia.

As pastilhas, encontradas em diferentes opções de cores e tamanhos, combinam especialmente com propostas modernas e sofisticadas de cozinha. Contudo, o material precisa ser instalado por mão de obra especializada para garantir um excelente acabamento.

4. Tijolinho

Os tijolinhos estão na moda e podem ser usados na cozinha sim, mas com algumas recomendações. Por ser um material poroso não é muito aconselhável o uso próximo a pia e ao fogão, já que ele tende a absorver a umidade, gordura e vapor, dificultando assim a limpeza.

O ideal é utilizar os tijolinhos em alguma parede adjacente criando um contraste com os outros materiais presentes no ambiente. Os tijolinhos ficam ótimos em cozinhas de estilo rústico, industrial e moderno.

5. Pedra

As pedras também podem fazer bonito na sua cozinha. Mas o mesmo cuidado com os tijolinhos deve se ter em relação às pedras, já que elas também são porosas. As pedras podem ser usadas em filetes, caquinhos ou mosaicos para criar composições de estilo rústico na parede.

Mas se a intenção é criar uma cozinha glamourosa então aposte no mármore ou no granito. Essas pedras trazem requinte e sofisticação ao ambiente e, ao contrário, das pedras brutas podem ser usadas em paredes próximas a pia e ao fogão, já que o tratamento dado a elas impede a absorção de água e gordura. Mas prepare o bolso caso opte por usar mármore ou granito. Algumas variedades dessas pedras podem chegar a R$ 1000 o metro quadrado.

6. Madeira

Madeira é sempre madeira. Não tem como negar a beleza desse material, especialmente na cozinha, já que ela traz consigo aquela atmosfera aconchegante e acolhedora, agregando valor a projetos variados, desde o estilo rústico até o clássico, passando pelo moderno.

Contudo, a madeira é um material que pode sofrer danos com a ação do calor e da umidade, sem contar que ambientes como cozinha favorecem a proliferação de fungos e bactérias na superfície da madeira. Nesse caso, o mais indicado é usar a madeira apenas no revestimento de paredes longe da pia e fogão.

7. Cimento queimado

Para quem está em busca de um revestimento moderno com a cara das últimas tendências em decoração pode dar um voto de confiança ao cimento queimado. O material é o queridinho da vez especialmente em projetos de estilo industrial. O lado bom do cimento queimado é o custo relativamente baixo, já que a aplicação envolve apenas cimento e agua. Contundo, a mão de oba precisa ser especializada.

8. Adesivo

Outra forma de revestir a parede é usando adesivo. Hoje em dia existe uma gama enorme de adesivos para parede que podem ser usados sem medo na cozinha, já que a película plástica do adesivo não sofre danos com a ação da umidade e do calor. Outra vantagem do adesivo é que ele pode ser trocado facilmente. O preço e a instalação rápida e descomplicada são outros atrativos. A desvantagem fica por conta da fragilidade do material quando comparado a materiais como o porcelanato e o granito, por exemplo.

9. Papel de parede

O que vale para o adesivo, vale para o papel de parede. Mas nesse caso com um agravante: o papel de parede é feito de papel é com isso a durabilidade se torna ainda menor. O aconselhável nesse caso é colocá-lo distante da área molhada e quente da cozinha.

10. Pintura

E, por fim, se nada disso ainda te convenceu, você pode optar pela boa e velha pintura como forma de revestimento. A tinta óleo, por exemplo, não absorve água e pode ser usada nos locais úmidos da cozinha.

AQUI NO IDEIAS DECOR:  Modelos de cozinha: conheça diferentes propostas com 65 imagens

Você pode também brincar com cores e padrões de formas no ambiente deixando-o com o seu estilo. A vantagem da pintura é que você pode trocá-la facilmente sempre que desejar, gastando pouco e sem precisar contar com mão de obra especializada para isso.

Revestimento para cozinha: 75 inspirações para você conferir

Vamos ver agora como tudo isso funciona na prática? Assim fica mais fácil decidir qual revestimento escolher para a cozinha. As inspirações vão te deixar boquiaberto. Confira:

01. A cozinha de estilo romântico e retrô apostou em pastilhas na parede e ladrilhos hidráulicos no chão.

A cozinha de estilo romântico e retrô apostou em pastilhas na parede e ladrilhos hidráulicos no chão

02. Rústica e moderna: tijolinho aparente na parede da cozinha e piso de madeira para completar a proposta, entre eles armários pretos e eletros de inox para dar o toque de modernidade ao conjunto.

Rústica e moderna: tijolinho aparente na parede da cozinha e piso de madeira para completar a proposta, entre eles armários pretos e eletros de inox para dar o toque de modernidade ao conjunto

03. A clássica combinação preta e branca foi explorada com sucesso nessa cozinha; no chão o piso de madeira divide espaço com o piso cerâmico que protege a borda úmida da cozinha, já para a parede a opção foi mesclar azulejos de metro com cimento queimado.

04. Já aqui, são os azulejos de metro azul claro que protegem e decoram a parede; no chão o piso de madeira reforça a influência retrô da cozinha.

Já aqui, são os azulejos de metro azul claro que protegem e decoram a parede; no chão o piso de madeira reforça a influência retrô da cozinha

05. Azulejos estampados na cor cinza e branco se harmonizam com o restante da cozinha que segue o mesmo tom.

Azulejos estampados na cor cinza e branco se harmonizam com o restante da cozinha que segue o mesmo tom

06. Cerâmica na parede e porcelanato no chão: ambos os materiais facilitam a limpeza do ambiente.

Cerâmica na parede e porcelanato no chão: ambos os materiais facilitam a limpeza do ambiente

07. Revestimento vinil na parede da cozinha; para completar a proposta uma faixa luminosa de LED.

08. Azulejo de formas geométricas na parede e piso porcelanato no chão, a cor é o elo de ligação entre os dois revestimentos.

Azulejo de formas geométricas na parede e piso porcelanato no chão, a cor é o elo de ligação entre os dois revestimentos

09. A clássica dupla “preto e branco” nunca deixa a desejar; aqui ela está na parede e no chão.

A clássica dupla “preto e branco” nunca deixa a desejar; aqui ela está na parede e no chão

10. Para que o piso se sobressaísse nessa decor, a opção foi usar um azulejo de metro branco e discreto na parede.

Para que o piso se sobressaísse nessa decor, a opção foi usar um azulejo de metro branco e discreto na parede

11. Parede 3D para essa cozinha e chão de mármore: uma combinação refinada e elegante.

Parede 3D para essa cozinha e chão de mármore: uma combinação refinada e elegante

12. Tudo bem branquinho para deixar a cozinha clean e moderna.

13. Para essa cozinha pequena, a opção foi por revestimentos brancos tanto no chão quanto na parede.

14. Tijolinhos e ladrilhos hidráulicos na mesma parede.

Tijolinhos e ladrilhos hidráulicos na mesma parede

15. Quantos tons de cinza têm nessa cozinha? A começar pelos revestimentos.

16. A curta faixa de azulejos de metro protege a parede dos respingos diários de água e gordura.

A curta faixa de azulejos de metro protege a parede dos respingos diários de água e gordura

17. Pastilhas cerâmicas: o rejunte escuro ajuda a disfarçar a sujeira que inevitavelmente tende a acumular no rejunte.

18. Tons neutros na cozinha sim!

19. O revestimento branco permitiu que o armário azul royal fosse o centro total das atenções dessa cozinha.

20. Um bom exemplo de como você não precisa combinar piso e azulejo: nem na cor, nem no formato, nem no desenho.

Um bom exemplo de como você não precisa combinar piso e azulejo: nem na cor, nem no formato, nem no desenho

21. Textura e relevo para deixar o revestimento da cozinha ainda mais charmoso.

Textura e relevo para deixar o revestimento da cozinha ainda mais charmoso

22. Se é uma cozinha clean que você quer, então aposte no uso de revestimentos brancos.

Se é uma cozinha clean que você quer, então aposte no uso de revestimentos brancos

23. Mas tem opção também para quem deseja uma cozinha única e cheia de estilo: essa aqui, por exemplo, traz pastilhas de cerâmica cinza nas paredes e piso de madeira no chão.

Mas tem opção também para quem deseja uma cozinha única e cheia de estilo: essa aqui, por exemplo, traz pastilhas de cerâmica cinza nas paredes e piso de madeira no chão

24. Agora se você procura por um revestimento divertido para sua cozinha pode investir em um inspirado nas histórias em quadrinhos.

Agora se você procura por um revestimento divertido para sua cozinha pode investir em um inspirado nas histórias em quadrinhos

25. Revestimento para cozinha: pintura e azulejos em harmonia.

Pintura e azulejos em harmonia

26. As pastilhas cinzas ajudam a trazer um pouco de informação visual para essa cozinha de base branca.

27. Para não ter erro na combinação entre piso e parede use uma cor padrão em ambos, no caso da imagem abaixo essa cor é o branco.

Para não ter erro na combinação entre piso e parede use uma cor padrão em ambos, no caso da imagem abaixo essa cor é o branco

28. Mas pode ser o preto também como mostra essa outra imagem.

Mas pode ser o preto também como mostra essa outra imagem

29. O local mais clássico da cozinha para usar revestimento para cozinha é na parede sobre a pia.

O local mais clássico da cozinha para usar revestimento é na parede sobre a pia

30. A cozinha bem iluminada apostou nos tons amadeirados para o revestimento do chão e da parede.

31. Já nessa outra cozinha é a mistura entre cores e texturas que marca a decor: madeira no chão, mármore na bancada e azulejo de metro na parede.

A cozinha bem iluminada apostou nos tons amadeirados para o revestimento do chão e da parede

32. Para fugir do óbvio, mas não da neutralidade: azul claro e preto.

Para fugir do óbvio, mas não da neutralidade: azul claro e preto

33. Pastilhas de vidro para trazer aquele toque de glamour e sofisticação à cozinha.

Pastilhas de vidro para trazer aquele toque de glamour e sofisticação à cozinha

34. Tente usar os revestimentos em uma posição diferenciada, esse da imagem, por exemplo, foi instalado na vertical, mas você pode optar por modelos na horizontal ou ainda na diagonal.

Tente usar os revestimentos em uma posição diferenciada, esse da imagem, por exemplo, foi instalado na vertical, mas você pode optar por modelos na horizontal ou ainda na diagonal

35. Revestimento para cozinha: uniformidade é a palavra que impera nessa cozinha.

Uniformidade é a palavra que impera nessa cozinha

36. Chão e parede de cimento queimado? Não, porcelanato que imita cimento queimado!

Chão e parede de cimento queimado? Não, porcelanato que imita cimento queimado!

37. Quanto menos rejunte melhor! Para isso prefira pisos retificados, como o porcelanato.

Quanto menos rejunte melhor! Para isso prefira pisos retificados, como o porcelanato

38. A cozinha de pé direito alto pode e deve abusar de cores marcantes, como o preto, para contrastar uma faixa de mármore branco na parede.

A cozinha de pé direito alto pode e deve abusar de cores marcantes, como o preto, para contrastar uma faixa de mármore branco na parede

39. Cozinha branca com detalhes cinza para sair – mesmo que só um pouco – da monotonia cromática.

Cozinha branca com detalhes cinza para sair – mesmo que só um pouco – da monotonia cromática

40. Nessa cozinha o azulejo de metro preto foi suavizado pela luz amarela da fita de LED.

Nessa cozinha o azulejo de metro preto foi suavizado pela luz amarela da fita de LED

41. Tijolinhos na cozinha sim! Mas para protegê-los da umidade e gordura, uma placa de vidro.

Tijolinhos na cozinha sim! Mas para protegê-los da umidade e gordura, uma placa de vidro

42. A clássica cozinha de estilo americana revestida com madeira branca: uma inspiração!

A clássica cozinha de estilo americana revestida com madeira branca: uma inspiração!

43. Azulejos meio a meio com rejunte preto para combinar com os armários; no chão, um porcelanato amadeirado de tom claro.

Azulejos meio a meio com rejunte preto para combinar com os armários; no chão, um porcelanato amadeirado de tom claro

44. Uma cozinha romântica e retrô com todos os elementos que ela tem direito.

Uma cozinha romântica e retrô com todos os elementos que ela tem direito

45. Parede 3D iluminada para dar aquele toque a mais na cozinha.

Parede 3D iluminada para dar aquele toque a mais na cozinha

46. Nada comum: essa cozinha de tom verde musgo fica ainda mais em evidência com os revestimentos de tom claro.

Nada comum: essa cozinha de tom verde musgo fica ainda mais em evidência com os revestimentos de tom claro

47. Revestimento para cozinha: piso vinilico xadrez preto e branco para marcar a área da cozinha; na parede, apenas tinta branca.

Piso vinilico xadrez preto e branco para marcar a área da cozinha; na parede, apenas tinta branca

48. Pastilhas brancas na parede, mas para não cair na mesmice um pouco de brilho e luz.

Pastilhas brancas na parede, mas para não cair na mesmice um pouco de brilho e luz

49. Que tal um azulejo verde abacate na parede da sua cozinha? Bem diferente, não é mesmo?.

Que tal um azulejo verde abacate na parede da sua cozinha? Bem diferente, não é mesmo?

50. Revestimento para cozinha: aqui, é o piso que dá o tom da decoração.

Aqui, é o piso que dá o tom da decoração

51. Colorida, cheia de vida e com um pouco de tudo: azulejo retrô, adesivo lousa e piso de madeira.

Colorida, cheia de vida e com um pouco de tudo: azulejo retrô, adesivo lousa e piso de madeira

52. Os clássicos azulejos portugueses usados em uma cozinha de inspiração moderna.

Os clássicos azulejos portugueses usados em uma cozinha de inspiração moderna

53. Revestimento para cozinha: a faixa amarela que desce pelo revestimento preto e branco ilumina levemente a cozinha.

54. Nada como um revestimento de cimento queimado para dar aquele toque de modernidade à cozinha.

Nada como um revestimento de cimento queimado para dar aquele toque de modernidade à cozinha

55. Revestimento para cozinha: placa de vidro, nada mais! Só que com um efeito visual nada simplista.

Placa de vidro, nada mais! Só que com um efeito visual nada simplista

56. Adesivos e papel de parede também podem trazer uma bela contribuição visual para a cozinha, mas use-os, de preferência, em paredes sem umidade.

Adesivos e papel de parede também podem trazer uma bela contribuição visual para a cozinha, mas use-os, de preferência, em paredes sem umidade

57. Sem grana para usar mármore de verdade? Use porcelanato, o material possui um realismo surpreendente.

58. Quando a cozinha for integrada a outros ambientes, procure por um revestimento que se ajuste ao conjunto.

Quando a cozinha for integrada a outros ambientes, procure por um revestimento que se ajuste ao conjunto

59. Revestimento para cozinha preto, branco e com um toque sutil de azul.

Revestimento para cozinha preto, branco e com um toque sutil de azul

60. Revestimento branco e madeira clara: tendência nas cozinhas 2018.

Revestimento branco e madeira clara: tendência nas cozinhas 2018

61. Trio de cores neutras e suaves nos revestimentos dessa cozinha.

Trio de cores neutras e suaves nos revestimentos dessa cozinha

62. A rusticidade impera nos revestimentos dessa outra cozinha.

A rusticidade impera nos revestimentos dessa outra cozinha

63. E o que acha de usar blocos de concreto sem acabamento na cozinha? É rústico, moderno e inusitado.

E o que acha de usar blocos de concreto sem acabamento na cozinha? É rústico, moderno e inusitado

64. Mas se é uma cozinha toda preta que você procura, então veja essa inspiração: dos revestimentos aos armários.

Mas se é uma cozinha toda preta que você procura, então veja essa inspiração: dos revestimentos aos armários

65. O piso dessa cozinha segue o tom terroso do revestimento da parede.

O piso dessa cozinha segue o tom terroso do revestimento da parede

66. Azulejos de metro com armários de marcenaria clássica: uma combinação e tanto para a cozinha.

Azulejos de metro com armários de marcenaria clássica: uma combinação e tanto para a cozinha

67. A placa de vidro voltou, só que dessa vez para proteger o cimento queimado da parede.

A placa de vidro voltou, só que dessa vez para proteger o cimento queimado da parede

68. Vermelho na parede e verde no chão: o que esses revestimentos têm em comum? A forma geométrica.

Vermelho na parede e verde no chão: o que esses revestimentos têm em comum? A forma geométrica

69. Pedras brutas para realçar o visual contemporâneo dessa cozinha.

Pedras brutas para realçar o visual contemporâneo dessa cozinha

70. Tudo azul e sem medo de ser feliz.

Tudo azul e sem medo de ser feliz

71. Porcelanato para cozinha: uma centena de modelos diferentes para você escolher.

Porcelanato para cozinha: uma centena de modelos diferentes para você escolher

72. Vinil marrom na parede para trazer classe e elegância para a cozinha.

Vinil marrom na parede para trazer classe e elegância para a cozinha

73. As pedras brutas na parede completam a proposta cinzenta da cozinha.

As pedras brutas na parede completam a proposta cinzenta da cozinha

74. Tudo se encaixou perfeitamente nessa cozinha: o revestimento preto e branco na parede, o piso amadeirado e o tom dos armários.

Tudo se encaixou perfeitamente nessa cozinha: o revestimento preto e branco na parede, o piso amadeirado e o tom dos armários

75. Revestimento para cozinha: se você deseja apostar em uma tendência para sua cozinha, então use pastilhas e pisos em formato hexagonal, eles estão super em alta na decor.