Sala para dois ambientes: projetos conectados que ampliam o espaço

Como os espaços restritos são a tendência dos últimos anos em relação construção de casas e apartamentos, é cada vez mais necessário que os profissionais de decoração saibam como aproveitar cada centímetro e conheçam as melhores técnicas para dar uma sensação de amplitude.

Os projetos com ausência de paredes ou separações evidentes contribuem para deixar o local muito mais atraente e convidativo, permitindo também que os moradores e convidados tenham uma interação maior nos dois locais. A união entre a sala de jantar e a sala de estar é uma das mais comuns, mas não a única. Certamente há outras opções como vamos mostrar aqui.

60 projetos de salas com dois ambientes para você conferir e se inspirar

Fizemos uma ampla pesquisa para trazer somente os mais belos projetos de salas com dois ambientes. Desta forma, esperamos contribuir com a sua procura por referências:

1. Uma solução para estender a sala é nivelar o piso da varanda e retirar as portas.


Os espaços mais compactos com os novos apartamentos pedem soluções para ampliar os ambientes e deixarem mais confortáveis e é por isso que surge a necessidade de retirar a varanda e deixa-la com uma sala para dois ambientes.

2. Remova as paredes dos dormitórios e integre de uma outra forma.


Quebrar paredes também pode transformar a distribuição dos ambientes. Nesse projeto a quebra resultou em uma integração harmônica, porém sem o uso de alvenaria, mas com um pórtico feito de nichos que conversam com os dois lados dessa sala.

3. Móveis podem dividir dois ambientes


As estantes fazem um importante papel na proposta de integração. Por ser um móvel vazado ele continua deixando o visual aberto, mas também define melhor os espaços.

4. O conceito aberto se tornou uma tendência para salas pequenas


Esse conceito surgiu da necessidade dos novos empreendimentos. Assim é possível interagir esses três principais ambientes em um mesmo cômodo sem que interfira no layout e no uso.

5. Sala com porta deslizante


As portas deslizantes cumprem um ótimo papel em relação aos micros apartamentos. Aqui a proposta do sofá cama pode ser utilizada tanto de dia como uma sala de estar e a noite como um quarto. E a porta veio para enfatizar esse uso de acordo com as necessidades do morador.

6. Nesse ambiente foi utilizado um biombo de vidro para dividir a sala de estar com a de jantar


Apesar de estar bem definido com o layout da sala, o biombo veio para reforçar essa divisão. Para não pesar no ambiente ele foi inserido até uma parte da sala e com placas de vidro para não destoar no ambiente.

7. Já nesse caso uma cortina pode levar flexibilidade na privacidade dos dois ambientes


A cortina é um item barato e pode ser utilizado também como divisória. Além de ocupar um espaço menor do que uma parede tradicional, ele pode ser uma peça flexível no ambiente para deixar os ambientes com maior privacidade.

8. Utilize o mesmo estilo nessa sala para que um ambiente converse com o outro


Um item muito importante na sala com múltiplos ambientes é manter o mesmo estilo de decoração na sala inteira. Veja que o design dos móveis, os materiais e os acessórios seguem o mesmo padrão, pois isso reforça ainda mais a integração da sala.

9. Utilize materiais leves e com cores claras que dão coerência em todo o ambiente


As cores não precisam ser exatamente iguais, mas é ideal que possuam um padrão harmônico dentro de sua cartela. Utilize a técnica das cores claras para ajudar a levar iluminação e amplitude no ambiente, deixando- com um visual mais aconchegante.

10. Elementos que delimitem os espaços, como o sofá, ajudam a integrar melhor os ambientes


Antes de escolher os móveis e peças que dividirão os ambientes é fundamental ter um layout com a circulação entre os espaços definida. Muitas vezes um móvel ou um item de decoração pode ser muito bonito, mas acabar sendo um obstáculo dentro da sala.

11. Delimite também o espaço com pisos diferentes e tapetes.


Quando você define o uso de cada espaço, por exemplo sala de TV e sala de estar, o visual se destaca em uma sala e depois em outra.

12. Por ser um ambiente amplo, o espaço integra duas salas de estar.


Uma dica bacana para integrar melhor os ambientes da sala é fazer com que os espaços conversem com o outro. Evite bloqueios na visão, como os objetos verticais como biombos ou estantes que atravessem sua sala.

13. A bancada amarela separa a sala de estar com a circulação e ainda oferece um cantinho para adega.


A bancada também consegue definir bem os espaços. Nesse caso ela não foi utilizada como um artificio para a cozinha americana, mas sim como um cantinho do bar e café, e para não atrapalhar na circulação foram removidas as banquetas. Dessa forma formou um corredor de passagem com a ajuda das poltronas coloridas que formaram um contraste lindo de cores para essa sala!

14. O pequeno rasgo deu um respiro entre esses dois ambientes.

15. Divisória com ripas é uma forma de integrar outros ambientes.


Nesse ambiente podemos ver um Home Office integrado a sala de TV. São dois espaços que podem ser utilizados como diversão e por isso são separadas por uma divisória com ripas, dessa forma a iluminação pode alcançar esse espaço e também criar um visual mais aconchegante.

16. Utilize móveis versáteis e flexíveis no ambiente.


O pufe é uma peca clássica na decoração e possui infinitas formas de uso. Ele leva conforto e pode ser utilizado como assento caso receba mais convidados na sua casa.

17. Os pufes são um ótimo acessório na decoração.


Dê um charme a mais na sua sala com esse acessório. Ele define os dois ambientes, mas também são pecas flexíveis que podem ser retiradas e colocadas de acordo com a sua necessidade.

18. Sala integrada ao Home Office.


Aqui vai uma proposta para quem procura assistir TV e também necessita trabalhar. O móvel em L consegue definir os espaços e leva funcionalidade no ambiente.

19. A chaise faz um ótimo papel na integração de uma sala.


A chaise longue é uma outra peça versátil na decoração. Ele serve como assento, apoio de objetos e também delimita o ambiente de forma natural. Ela geralmente pode ser substituída por um aparador, caso veja que não há necessidade dele no ambiente.

20. A sala aberta cria uma versatilidade maior no ambiente.

21. Sala de estar e jantar em um mesmo ambiente.

22. Sala de estar com escritório.

23. Sala com dois ambientes e pé direito alto.

24. Sofá em L ajuda a delimitar espaços.


O sofá em L consegue deixar o ambiente mais aconchegante, pois ele fecha sem deixar o visual pesado.

25. Sala para dois ambientes clean.

26. A marcenaria continua ajudou na integração da cozinha com a sala.


Nessa integração foi utilizada um um móvel longo que atravessa de ponta á ponta da parede.

27. Encoste o aparador no sofá para dar apoio nos dois ambientes.

28. Apartamento pequeno com sala para dois ambientes.

29. A circulação é um fator importante na integração.

30. A cômoda conseguiu delimitar o espaço de cada sala.


O painel iluminado na sala ocupa as paredes restante da sala. Foi tratado para que tivesse impacto e que ajudasse a delimitar o uso de cada espaço.

31. Sala de jantar integrada a sala de estar.

32. A luminária fez todo o diferencial na decoração.

33. Quebre a parede para formar uma sala aberta e iluminada.


O projeto é um item importante na decoração. Toda quebra de parede deve levar um beneficio no ambiente, dessa forma essa sala recebeu maior incidência de iluminação natural e um visual maior.

34. Sala e cozinha em um só espaço.


Com a ausência de paredes, a casa fica mais harmoniosa e convidativa, sendo perfeita para receber amigos e familiares de uma forma charmosa e atraente.

35. O espaço é três em um: cozinha, sala de jantar e sala de estar.


Para criar um apartamento moderno opte por derrubar a parede da cozinha e criar uma cozinha americana.

36. A estrutura pode ajudar a definir os espaços.


Nessa sala as vigas e o pilar ajudaram delimitar cada espaço. Procure utilizar o que a construção oferece a seu favor!

37. Sala de estar com escrivaninha.

38. Chaise na sala de estar.

39. Lazer e descanso unido em uma sala ampla.

40. Áreas externas se beneficiam de salas integradas.


A quebra da varanda pode ser utilizada como um problema em espaços pequenos quanto para embelezar ambientes maiores, levando mais amplitude ao cômodo e transformando em um espaço de confraternização.

41. A sacada de transformou em uma ampla sala.

42. Sala estilo corredor com dois ambientes.

43. A diferença de nível pode ser encontrada em um mesmo ambiente.


Se optar pela divisão de piso pode utilizar o mesmo estilo nos ambientes que deseja integrar, por exemplo, usa-se o piso rebaixado em um ambiente e o outro mais elevado com um uso diferente.

44. Aqui a delimitação dos dois espaços se deve ao banco de madeira.


Um outro acessório versátil na decoração que pode ser substituída pelo chaise é o banco. Eles levem mais jovialidade ao ambiente e possuem infinitos modelos no mercado. Nessa sala ele integrou os dois espaços sem interferir na passagem.

45. Mude as cores das paredes para criar uma divisão de ambiente de forma mais acentuada.


As cores é um fator marcante no ambiente, pois elas possuem o poder de focar nossos olhos nos primeiros segundos. Seja por pintura ou revestimentos essa é uma forma de delimitar os espaços. No projeto foi utilizado o mármore e as ripas que definem cada espaço.

46. Cores também ajudam muito na integração.


As cores não precisam seguir as mesmas tonalidades, mas é recomendável que sigam um padrão harmonioso dentro de sua paleta.

47. Sala para dois ambientes em espaços pequenos.


Por ser uma sala retangular o layout fica um pouco restrito. Em salas pequenas priorize o estar ou o jantar na proposta. Nesse caso uma pequena mesa de jantar redonda já foi o suficiente para cumpri a necessidade do morador.

48. A escrivaninha delimita a sala de estar com o escritório.

49. Sala de estar com adega.

50. Sala para dois ambientes com mesa de jantar.

51. Os tapetes ajudam a manter cada uso dessa sala.


A sensação de conforto para algumas pessoas é possuir a noção de espaço do seu ambiente, ou seja, onde começa e onde termina. Para isso, podemos utilizar o tapete liso na sala inteira e um outro estampado por cima para o estar.

52. O formato da sala com o dente consegue delimitar cada espaço.

53. Sala pequena integrada.

54. Sala com divisória de vidro.


Em ambientes muito amplos, que não servem para a mesma função as divisões fixas podem ser necessárias.

55. As poltronas, o tapete, o grafite e o aparador conseguem definir cada sala desse ambiente.


Utilizar materiais muito marcantes e diferentes nos ambientes pode deixar o visual um pouco pesado. Mas também não há necessidade de inserir a mesma combinação em tudo, senão corre o risco de deixar o ambiente monótono.

56. A madeira utilizada em todos os acabamentos integra a sala.


Para um ambiente integrado os detalhes devem estar bem atentos! Dessa forma procure utilizar algum acabamento em comum em cada espaço.

57. Cozinha com mesa de jantar integrado.

58. As banquetas completam a integração de cada espaço.

59. O uso de cada sala deve estar muito bem definido.


O uso dos espaços e o perfil dos moradores influencia no momento de integrar dois ambientes. Uma sala de estar integrada a uma sala de jantar pode não funcionar bem para os hábitos dos moradores.

60. Peças únicas como estantes promovem integração.

Recomendado para você