Como cuidar de girassol: veja dicas para cuidar no jardim

Há quem diga que ter flores em casa dá muito trabalho. É preciso se preocupar com rega, exposição ao sol, plantio e diversas outras coisas. Ainda assim cuidar de flores – inclusive de girassóis – pode ser muito interessante e vantajoso.

Cuidar de um girassol não é assim tão complicado quanto parece e você vai ter lindas flores em sua casa. Sem contar que terá uma atividade para se distrair todos os dias.

Você está pensando em cultivar alguma planta em casa e ainda não tem ideia do que cuidar? Aposte em um girassol! Aqui você vai encontrar dicas de cultivo, motivos para tê-los em casa e entender suas principais características. Confira:

Principais características do girassol

Girassóis são plantas que possuem flores de cor amarelada, fáceis de cultivar e que costumam ficar virados para a luz do sol, tanto que podem se quebrar ou entortar o caule quando não ficam expostos a luz solar pelo tempo indicado. Suas flores são grandes e bastante chamativas, sendo uma planta muito bonita para ser cultivada tanto fora quanto dentro de casa.

Então podemos reiterar que suas principais características são:

  • Flores amareladas;
  • Resistente;
  • Prefere temperaturas mais altas;
  • Fáceis de plantar;
  • Gostam de sol e umidade;
  • Adaptáveis a qualquer tipo de clima.

Por que tê-las?

Por que ter um girassol? Porque cultivar uma planta é uma ótima forma de relaxar e até mesmo incentivar os filhos a terem maior contato com a natureza ou para aproveitar um momento em família. Os girassóis são fáceis de cuidar e ficam lindos quando finalmente florescem. Sem contar que podem ser plantados em qualquer época do ano.

Também é uma planta que possui diversas funções, podendo ser usada como combustível (biodiesel) ou na cozinha (óleo e sementes de girassol). Mas se a ideia é apenas ter a flor em casa saiba que qualquer ambiente fica lindo, seja um vaso ou um jardim cheio de girassóis.

Vaso / Solo

Quem vai plantar a flor direto no solo pode investir nas variedades que ficam mais altas. Alguns girassóis chegam a 15cm de diâmetro e 6,5 metros de altura. Seria difícil mantê-los em um vaso. Se quiser deixá-los dentro de casa prefira as versões miniatura, que nunca ultrapassam os 90 cm de altura.

Cave um espaço de 2,5 cm de profundidade para colocar as sementes. Isso é válido tanto no solo quanto no vaso. Vai fazer uma plantação de girassóis no jardim? Deixe um espaço que varia de 15 cm (para as plantas menores) a 45 cm (para as variedades maiores) entre cada semente plantada.

A boa notícia é que não há restrição. A planta vive bem tanto em vasos quanto diretamente no solo. Fica a sua escolha o melhor local de cultivo. Se quiser montar um canteiro, em um vaso maior, respeite o espaço entre cada punhado de sementes. Pode seguir os 15cm entre cada flor.

Época de plantio / floração

Não existe uma época específica para realizar o plantio dos girassóis. Você pode fazê-lo em qualquer época do ano. A única diferença é que dependendo da época pode levar mais tempo para que ocorra a floração.

Se você estiver ansioso (a) para ver as flores aposte nas épocas mais quentes do ano, no caso a primavera e verão ou prepare uma estufa para a planta, deixando a temperatura agradável, como se lembrasse essas estações do ano.

As flores também não têm uma época específica do ano para surgirem, apesar de serem comuns na primavera ou no verão (por isso a recomendação de realizar o plantio nessa época). A temperatura ideal para que ocorra a floração se situa entre 18ºC e 30ºC.

Quer ver as flores surgirem antes da chegada das estações mais quentes? Tente reproduzir essa temperatura em estufas ou até mesmo dentro da sua própria casa. Se estiver no inverno pode deixar a planta em um ambiente mais aquecido, mas sempre cuidando para não produzir calor demais.

Exposição ao sol / temperatura ideal

Os girassóis gostam bastante do sol. O que significa que vão exigir exposição a luz solar. Mas não se preocupe, seis horas diárias são suficientes para que a planta cresça saudável. É importante ressaltas que é preciso deixar as flores expostas diretamente ao sol por esse mínimo período. Algumas variedades podem exigir até oito horas de luz do sol.

Quanto a temperatura, as plantas são bem resistentes, mas é indicado cuidar para que não fique exposta a muito frio ou muito calor. 5ºC é a temperatura mínima que um girassol consegue suportar, sendo indicado evitar deixá-lo exposto a menos de 10ºC. Já quanto ao calor, 40ºC é seu limite.

Se você pretende deixar as flores diretamente no solo precisará cuidar nos períodos mais frios e quentes, como o inverno e o verão. As temperaturas baixaram muito? Considere cobrir as flores e criar uma pequena estufa. Os termômetros subiram demais? Veja se há como fazer um pouco de sombra sobre as plantas e não esqueça de regá-las com maior frequência.

Rega

Essa é uma flor que gosta de solo úmido. Então não há nenhuma regra quanto as regas feitas a planta. O importante é manter o solo sempre úmido e nunca encharcado. Se a planta já for adulta consegue sobreviver bem a alguns dias de seca, mas se a semente ainda não germinou o melhor é prestar atenção a irrigação.

Caso goste de manter uma rotina, considere regar os girassóis dia sim e dia não. Lembre-se apenas de se atentar aos períodos mais frios (em que a planta vai consumir menos água) e mais quentes (em que as regas precisam ser mais frequentes.

No inverno, mesmo que seja dia de rega, verifique se o solo está realmente seco. Se ainda tiver um pouco de umidade pode esperar mais um dia. Já no verão, mesmo que não seja dia de irrigar, veja como está o solo.

Vale lembrar que plantas que ficam no jardim, além de receberem a irrigação também serão molhadas pela chuva. Então preste atenção a isso. Em períodos muito chuvosos considere proteger as flores.

Solo

O solo em que os girassóis serão plantados precisa ser preparado. Mesmo se você vai cultivá-los no quintal. O ideal é que o pH esteja neutro, entre 6 e 7,5. Caso esteja abaixo de seis é necessário deixá-lo mais alcalino e se estiver acima de 7,5 mais ácido, para que fique equilibrado.

É preciso também que o solo não retenha muita água. Apesar de gostarem de umidade, se o local de plantio retém água há o risco de apodrecer as raízes da planta.

O substrato escolhido deve ser rico em nutrientes. Se necessário você poderá adubar antes de fazer o plantio e depois que as flores já tiverem aparecido. O fertilizante é recomendado apenas para quem quer girassóis mais altos ou pretende colhê-los futuramente.

Caso contrário, aposte em solo rico em nutrientes e não será necessário adubar. Inclusive em relação a fertilizantes a regra é a mesma para todas as plantas. Fertilizar em excesso é pior do que a falta de adubação. 

Poda

A poda não é uma etapa obrigatória, sendo necessária apenas em casos de mais de um girassol plantado no mesmo espaço. O objetivo é retirar as flores mais fracas e deixar apenas aquelas que estão mais desenvolvidas, dando-lhes maior área para crescer.

Se você optar por podar seus girassóis, espere que eles atinjam 7,5cm de altura. Retire todos os que estão menores e mais fracos, deixando entre cada um dos restantes uma distância de cerca de 30cm. A tendência é que estas flores cresçam mais saudáveis e fiquem mais altas.

Essa dica é interessante para quem pretende colher os girassóis posteriormente. Se sua ideia é apenas relaxar e se divertir, não precisa se preocupar com podar a planta. Deixe que todas as mudas de girassol cresçam tranquilamente.

Notou que há dois girassóis brigando por espaço? Aí considere a possibilidade de cortar um deles.

Dica importante: Ao realizar a poda descarte os girassóis menores e mais fracos. A planta não reage bem a transporte e mudança de local de plantio. Então não é indicado colocar essas flores em outros vasos. 

Proteção contra pragas

São poucas as pragas que atacam os girassóis, de qualquer forma se atente a isso. No período logo após o plantio o foco é nas sementes. Alguns pássaros e caracóis gostam delas e podem retirá-las da terra. Prepare uma armadilha para os caracóis e coloque uma rede sobre a terra, para evitar que os pássaros levem as sementes.

Existe também uma mariposa que costuma colocar seus ovos no centro da planta. Elimine assim que notar a alteração. Para isso, basta tirar as larvas.

Mofo e ferrugem também afetam essas flores. Se você notou isso, será necessário aplicar fungicida para resolver o problema.

Como você pode ver cuidar de girassol é uma tarefa fácil e bastante interessante, que pode ser feita até mesmo na companhia das crianças. Se você está começando a cuidar de uma flor sugerimos deixar a planta em um vaso e cultivá-la dentro de casa.