Como cuidar de manjericão: dicas e benefícios para você se animar no plantio

Desenvolver as habilidades de como cuidar de manjericão é uma tarefa simples e delicada ao mesmo tempo. É preciso conhecer as características dessa planta para não acabar perdendo tempo em plantios malsucedidos. O manjericão pode ser utilizado tanto em casa, na cozinha, quanto para fins medicinais. As possibilidades e benefícios são inúmeras, capazes de deixar qualquer um encantado.

Se você também é um apaixonado por manjericão, preparamos este artigo com diversas orientações, dicas e formas de uso para que você cultive em sua casa e aprenda como cuidar de manjericão. Siga conosco nessa leitura e descubra tudo o que você precisa saber.

Conhecendo o manjericão

A origem do manjericão teve seus primeiros registros na Índia e é cultivado há muitos séculos. Da mesma família da hortelã, o manjericão tem uma estrutura folicular altamente nutritiva. Atua como uma fonte de diversos minerais, tais como cálcio, zinco, potássio, ferro e magnésio. Ainda, é possível encontrar diversas vitaminas nessa preciosa folha, principalmente vitaminas A, B, C, E e vitamina K. É muita coisa boa por um custo baixíssimo, não é mesmo?

Como cuidar, como plantar, cuidados e onde usar

Aprender como cuidar de manjericão requer paciência e muito interesse. Isso porque o passo a passo do cultivo contém inúmeras etapas, que devem ser seguidas à risca. Antes de começar o plantio, escolha um lugar longe do sol, do calor, do ventou ou frio excessivo. A escolha do vaso deve estar de acordo com o tamanho das mudas de manjericão que você pretende plantar. Um ponto a ser considerado na hora da escolha é a boa drenagem do vaso.

A escolha do substrato também deve ser realizada com cautela, já que ele precisa conter os nutrientes capazes de proporcionar o crescimento do seu manjericão com mais agilidade e qualidade. O plantio pode ser por meio de mudas ou sementes. As regas devem ser realizadas na medida certa, preferencialmente pelas manhãs, de três a quatro vezes por semana.

No Brasil, a floração do manjericão acontece entre os meses de dezembro e fevereiro. Depois desse período, você deve podar as flores com tesoura, fazendo com que o seu manjericão cresça ainda mais. Ufa! Se você persistir na intenção de plantar manjericão, você vai aproveitar muitas coisas que ele pode oferecer, mesmo com toda essa quantidade de detalhes.

Tipos de manjericão

Em diversas culturas, principalmente na Índia, o manjericão é visto como uma planta com poderes místicos, capazes de auxiliar no desenvolvimento e crescimento espiritual. Na cultura grega, essa planta era vista como símbolo da reconciliação ou boas-vindas. Na cultura africana, manjericão era uma planta utilizada para sessões de descarrego, muito utilizada em banhos. Os manjericões espalhados pelo mundo podem ser de vários tipos, os principais são:

Manjericão alfavaca

Esse é o tipo de manjericão mais difundido no Brasil. Possui folhas em formato oval e seu sabor intenso é muito apreciado nas preparações de molhos. Nas pizzas e massas, é o queridinho dos chefs;

Manjericão limão ou manjericão italiano

Esse é o tipo ideal para os sabores da Itália, intensos, já que é mais forte e adocicado. Por isso, deve ser utilizado com moderação na hora de preparar os seus pratos. Essa espécie possui um tipo de óleo essencial chamado citral (lemonal), o mesmo encontrado em diversas frutas cítricas, o que confere a planta um perfume muito fresco e agradável;

Manjericão roxo

Esse é um dos tipos de manjericão mais suaves. Por isso, essas folhas são mais comumente utilizadas em pratos frios, principalmente saladas. Essa é uma das espécies que mais se destacam pelo fato de ser um bom aliado para decorar o ambiente;

Manjericão miúdo ou manjericão francês

Esse tipo de manjericão tem folhas bem pequenas e pontiagudas. É um tipo com cultivo mais simples ideal para você para você começar em casa. Também pode ser utilizado na preparação de diversos pratos;

Manjericão tailandês

Esse tipo de manjericão é muito usado na culinária asiática, graças as suas propriedades medicinais estudadas nessa região. O sabor e aroma do manjericão tailandês é muito similar a um limão, combinando bem com saladas, peixes e sucos;

Manjericão caule marrom

Todos os tipos de manjericão podem ficar com o caule marrom. Se você identificar esse fenômeno na sua planta, você precisa checar se há o excesso de água nas suas regas. Se você estiver regando de forma errada, as folhas vão murchando até sua planta morrer por completo.

Como plantar muda de manjericão

Como plantar muda de manjericão

Como plantar manjericão muda é uma das formas mais simples do mundo! O passo a passo, igualmente simples, envolve apenas cortar um pequeno ramo de uma planta já adulta e fazer a remoção do excesso de folhas. Lembre-se de manter algumas folhas da parte superior.

Antes de preparar o vaso definitivo, com todas as dicas que você já aprendeu no começo desse artigo, você deve adicionar esse galho em um copo com água, aguardando que as raízes começarem a brotar. Durante esse período, não exponha as mudas ao sol, a chuva, vento ou baixas temperaturas (sim, o manjericão exige uma temperatura agradável). Ao identificar as raízes se desenvolvendo bem (em cerca de duas semanas) transplante a muda para o vaso. 

Como recuperar manjericão murcho

Apesar de ser necessário muita cautela com o excesso de regas, a escassez também é um ponto de atenção. Geralmente, quando as folhas murcham é sinônimo de falta de água. Caso esse seja o seu problema, basta regar o manjericão em quantidades pequenas e diárias, para que sua vitalidade retorne.

Agora, se a rega do seu manjericão está ajustada, você deve pesquisar se suas plantas não estão sob ataque de pragas. Outros problemas que podem fazer o manjericão murchar, além da questão da água ou ataque de pragas, pode ser que o solo muito compactado esteja impedindo o desenvolvimento da sua planta. Seja qual for o seu problema, assim que identificar, trate e veja o seu manjericão crescer saudável novamente.

Como recuperar manjericão seco

Apesar de não tolerar o encharcamento, o manjericão também não pode ficar seco. Provavelmente, se o seu manjericão não está crescendo e se desenvolvendo, permanecendo com um aspecto seco, a principal culpada é a terra de má qualidade. Caso ela não tenha o substrato necessário, ou ainda se o seu espaço estiver muito compactado, pode ser que esteja com escassez de nutrientes necessários para o crescimento da planta.

Por isso, experimente trocar a terra por uma de boa qualidade, atentando-se ao fato de que a planta precisa de pelo menos 4 horas de iluminação diária. Não existe uma regra específica para o tamanho dos vasos. Os cuidados ficam apenas para os extremos: tente sempre não plantar em um vaso muito maior e nem muito apertado para a quantidade de manjericão que você deseja plantar.

Como cuidar de hortelã e manjericão

Como são da mesma família, os processos são relativamente parecidos do manjericão e da hortelã como cuidar. No entanto, ao contrário do manjericão, a hortelã exija bastante água. Por isso, não economize e deixe o solo sempre bem drenado. Neste caso, é muito importante escolher um vaso com espaço adequado, de preferência com aqueles furinhos no fundo, para que a planta não fique encharcada e morra afogada.

Por ter comportamentos diferentes, lembre-se de plantar a hortelã sem um vaso separado do manjericão. Do contrário, uma planta prejudicará o desenvolvimento da outra.

Como cuidar de alecrim

Como cuidar de alecrim envolve exposição solar permanente, diferentemente do que ocorre com o manjericão. Se você deseja plantar em sua casa, escolha o seu vaso e o local ideal para acomodá-lo. Escolha uma terra de boa qualidade, com bons substratos; lembre-se sempre que o solo deve ser mantido sempre úmido até o enraizamento, mas nunca encharcado.

Como em praticamente todo o cultivo em vasos, é muito importante que o solo onde seu alecrim esteja plantado seja bem drenado. Por isso, os vasos com furinhos no fundo são essenciais para evitar o excesso de umidade. Geralmente, o alecrim não aprecia temperaturas muito baixas, embora as plantas adultas sejam mais resistentes. Recomenda-se o cultivo em temperaturas mais altas, para o seu pleno desenvolvimento.

 

Quais os benefícios do manjericão para o corpo?

Quais os benefícios do manjericão para o corpo?

Além de um grande aliado da gastronomia, o manjericão ainda é responsável por fornecer diversos benefícios à saúde do nosso corpo. Dentre eles, destacam os seguintes:

  • Como óleo essencial, o manjericão é capaz de fornecer uma substância e aroma calmantes, ideais para relaxar de momentos sob forte estresse ou tensão;
  • Auxilia o sistema imunológico, tornando suas defesas mais fortes;
  • Combate o cansaço, depressão e insônia, graças as suas propriedades;
  • Auxilia a recuperação dos estados febris, ajudando na diminuir a temperatura do corpo;
  • Seu consumo recorrente minimiza o aparecimento e os aspectos da acne;
  • É um importante aliado natural no combate as dores de quem sofre de enxaqueca, graças as suas propriedades analgésicas, antissépticas e cicatrizantes.

Como cuidar de manjericão e obter o melhor do cultivo dessa planta

Você acabou de conferir todos os benefícios, meios e formas para colocar em prática e executar tudo o que sabe sobre como cuidar de manjericão. Apesar dos cuidados detalhistas, os benefícios compensam todo o trabalho. Sua casa vai estar sempre aromatizada, tranquila e seus molhos nunca mais serão os mesmos. Em caso de dúvidas ou sugestões, compartilhe conosco aqui embaixo.