Como fazer desodorante natural caseiro: veja receitas e dicas essenciais

Como fazer desodorante caseiro

Não tem como evitar: você vai precisar usar desodorante ao longo da vida. Mas como fazer isso de um modo mais natural, saudável e sustentável? Optando pelo desodorante natural caseiro.

Mas como assim? Eu vou ficar fedendo? Vai molhar a camiseta? Vai manchar a roupa? É difícil de fazer? Calma! Nós aqui sabemos que toda mudança de hábito envolve muitas dúvidas. Por isso escrevemos esse post para te ajudar a fazer essa transição mega ultra especial tanto para você, quanto para o planeta. Acompanhe:

Desodorante x antitranspirante

Nem todo desodorante é antitranspirante, mas todo antitranspirante é um desodorante. Não tá entendendo nada né? Vamos explicar. Existe uma diferença entre desodorante e antitranspirante baseada, principalmente, na formulação de cada um deles.

O desodorante, por meio de seu principal ingrediente ativo, o triclosan, controla o odor das axilas, o famoso cecê, resultado do contato do suor (água e sais minerais, basicamente) com bactérias e fungos presentes na pele.

Contudo, o produto não impede a produção do suor. Ou seja, você continua com as axilas úmidas.

Já o antitranspirante serve tanto para controlar o odor das axilas, quanto para impedir a liberação do suor. Os sais de alumínio, presentes em todos os antitranspirantes, obstruem as glândulas produtoras de suor e é só por isso que você passa o dia todo sequinho e cheirosinho.

E porque você precisa saber dessa diferença? Porque o que você vai aprender a fazer hoje aqui é um desodorante, não um antitranspirante. Não existe antitranspirante natural, ok? Até porque se é natural não vai impedir seu corpo de realizar funções metabólicas importantes.

É fundamental compreender como as coisas funcionam antes de qualquer mudança de hábito. Assim as chances de você se frustar ou desistir da nova ideia são bem menores, especialmente quando o assunto envolve produtos naturais, uma vez que eles tendem a ser bem diferentes daqueles industrializados que usamos a vida inteira.

Porque usar desodorante natural

Ficou decepcionado porque o desodorante natural não controla a produção do suor? Não se preocupe, você ainda tem outros (e melhores) motivos para continuar acreditando nessa mudança, confira:

Evita alergias

O desodorante natural evita alergias ou melhor dizendo ele é completamente antialérgico. E o motivo para isso é bem simples: os ingredientes necessários para fazer um desodorante natural são muito bem aceitos pelo nosso corpo e pela nossa pele.

Portanto, se você sofre com bolinhas vermelhas, coceira, ardência e vermelhidão nas axilas, o desodorante natural é a sua salvação.

Sem veneno

E se o desodorante natural não leva produtos químicos na sua composição, logo ele também está livre de agentes nocivos e extremamente maléficos para o nosso organismo.

Só para você ter uma ideia, o alumínio, presente em todos os antitranspirantes industrializados, está associado a um maior risco de surgimento de câncer de mama, problemas hormonais e até doenças degenerativas, como o Parkinson e o Alzheimer. Como isso é possível? Simples: os sais de alumínio são absorvidos pela pele e vão parar direto no nosso sistema circulatório.

Outro grande vilão dos desodorantes e antitranspirantes é o triclosan. Esse agente químico utilizado para inibir o crescimento de fungos e bactérias nas axilas acaba nos oferecendo também uma dose de extra de veneno.

Estudos comprovam que a substância desregula o sistema endócrino, atingindo os hormônios da tireoide, e retardam o funcionamento de músculos do corpo, como o coração.

O triclosan ao ser liberado no esgoto doméstico também contamina rios e afluentes, atingindo em cheio todo o meio ambiente aquático.

E a lista não acaba aqui. Além do alumínio e do triclosan, os desodorantes e antitranspirantes comerciais ainda carregam em suas fórmulas propileno glicol, parabenos e fragrâncias que podem ocasionar irritações na pele, surgimento de câncer em diversas outras partes do corpo, envelhecimento precoce e até mesmo desregular as funções do sistema reprodutivo.

Menos lixo

Os desodorantes naturais reduzem o lixo e a pegada que você deixa no planeta. Ao optar por substâncias naturais automaticamente você diz não as embalagens plásticas e a toda cadeia produtora de resíduos, desde o momento de produção na fabrica até a chegada do produto na sua casa.

Mas aí você pode perguntar “e a embalagem que eu vou usar para colocar o meu desodorante feito em casa?”. Essa embalagem pode ser reaproveitada de um roll on que já acabou ou você pode optar por um frasco que está dando bobeira aí na sua casa, não precisa comprar outro. Muito menos trocar de embalagem quando o desodorante acabar, basta encher o potinho novamente.

Vegano

Os desodorantes naturais são veganos na essência (a não ser que você utilize algum produto de origem animal na fórmula, o que é bem improvável).

Além do mais, eles não são testados em animais.

Graninha extra

Se tem uma coisa que todo mundo gosta é de economizar.  E nesse quesito os desodorantes naturais dão um show. A grande maioria das matérias primas são baratas e fáceis de achar. O que talvez custe um pouquinho mais são os óleos essenciais, mas você vai usar bem pouquinho e eles vão durar horrores. Sem dizer que eles ainda podem ser usados para outras finalidades, tanto estéticas, quanto terapêuticas.

Receitas de desodorante natural caseiro

Bora então aprender como fazer um desodorante natural e caseiro para você ter as axilas mais sustentáveis do planeta? Acompanhe as dicas abaixo e anote os ingredientes.

Desodorante natural com leite de magnésia

O desodorante natural com leite de magnésia é o mais popular e simples de todos, além de muito eficiente. Para essa receita você vai precisar de:

  • ½ xícara de leite de magnésia (compre em farmácias pela bagatela de R$ 11)
  • ¼ xícara de água
  • 1 colher de chá de óleo essencial da sua preferência

Misture tudo, coloque em um frasco de roll on ou em um spray que fica mais fácil de ser aplicado.

O leite de magnésia neutraliza os odores provocados pelo suor, além de combater a proliferação de bactérias. Já os óleos essenciais conferem um aroma agradável para o seu desodorante e também atuam de modo terapêutico. Um bom exemplo é o óleo de melaleuca ou tea tree, um dos preferidos para fazer desodorante. Esse óleo possui propriedades antibactericidas, antifúngicas e antissépticas, ou seja, tudo o que um desodorante precisa.

Já o óleo de lavanda, por exemplo, acalma e suaviza a pele, perfeito para quem possui pele sensível e com vermelhidão.

Evite óleos essenciais cítricos, como o de limão, laranja, bergamota e tangerina. Esses óleos são fotossensíveis e podem causar manchas na pele.

Antes de utilizar qualquer óleo essencial pesquise por suas propriedades e sempre use diluído na fórmula, nunca use puro sobre a pele.

PS 1: Não estranhe a textura mais líquida desse desodorante, ela seca rápido.

PS 2: Para quem transpira muito, o desodorante natural com leite de magnésia pode acabar causando algumas manchinhas na roupa (semelhante aquela que o desodorante industrializado também produz). Para tirar, basta deixar a roupa de molho e esfregar delicadamente em seguida.

PS 3: Não confunda óleo essencial com essência. Os óleos essenciais são puros e extraídos de folhas, flores, cascas e sementes de plantas e possuem inúmeras propriedades terapêuticas. Já as essências são apenas substâncias perfumadas que não agregam nenhum valor à fórmula. Na hora de comprar você irá perceber que uma das maiores diferenças é o preço, já que por serem puros e 100% naturais, os óleos essenciais acabam custando um pouco mais.

Desodorante natural clareador

Suas axilas estão com manchas escuras? Então não perca tempo e anote essa receita:

  • 1 colher de sopa de óleo de coco
  • 2 colheres de sopa de leite de magnésia
  • 1 colher de sobremesa de argila branca
  • 1 colher de chá de bicarbonato de sódio

Em um recipiente misture o óleo de coco com o leite de magnésia, em seguida adicione a argila branca e o bicarbonato de sódio. Mexa bem até que todos os ingredientes estejam incorporados. Transfira para o potinho da sua preferência e use a vontade.

A argila branca é super reconhecida por seu poder de clareamento, indicada até mesmo para clarear manchas do rosto.

Desodorante natural em creme

Se você prefere um desodorante natural com textura mais firme, como se fosse um creme, então não deixe de testar essa receita.

O principal ingrediente aqui é a manteiga ou óleo vegetal. E você pode optar por usar a que mais te agrada: karitê, cacau, manga, murumuru, coco, babaçu, enfim, a natureza nos presenteou com inúmeras opções. Apenas preste atenção na condição da manteiga vegetal sob a ação do frio e do calor. Algumas delas, como a de coco, tendem a ficar liquidas no calor e sólidas no frio. Portanto, se você mora em um lugar frio, seu desodorante vai ficar sempre durinho, com cara de creme, mas se você vive sob o calor carioca, por exemplo, é melhor escolher uma manteiga que aguente temperaturas mais altas, ok?

Então, bora para receita:

  • 3 colheres de sopa de manteiga vegetal da sua preferência
  • 2 colheres de sopa de amido (pode ser de milho, araruta, batata ou mandioca)
  • 1 colher de sopa de bicarbonato de sódio
  • 10 gotas de óleo essencial da sua preferência

Aqueça a manteiga em banho maria para que ela derreta. Em seguida, adicione o amido e o bicarbonato. Quando a manteiga estiver bem morninha, quase fria, coloque o óleo essencial. É importante respeitar essa temperatura para que o óleo essencial não evapore. Transfira o conteúdo para o potinho da sua preferência. Use o dedo ou uma espátula de madeira para passar o desodorante nas axilas.

Todas as receitas sugeridas podem ser conservadas por cerca de um a dois meses em temperatura ambiente, longe do sol.

Gostou das dicas? Agora é só fazer seu desodorante natural caseiro e ganhar mais uns pontinhos com a sua saúde e com o planeta.