Como limpar piscina: veja o passo a passo completo

Piscina limpa

Ter piscina em casa é muito bom para aproveitar os dias mais quentes, reunir a família ou os amigos e se refrescar. Mas você precisa ter em mente que vai ter uma coisa a mais para limpar em sua casa. E mais, a piscina precisa receber troca da água e proteção, pois há o risco da proliferação do mosquito da dengue, que adora água parada.

Apesar disso, você não precisa se preocupar. Nem sempre é necessário chamar uma empresa especializada para limpar a piscina. Você mesmo pode fazer essa tarefa e se mantiver uma frequência e tomar alguns cuidados, a água da piscina estará sempre pronta para ser utilizada.

Descubra agora como limpar piscina:

Riscos para saúde / periodicidade

A água que fica muito tempo parada, sem limpeza e sem uso é um risco a saúde não apenas das pessoas que decidem usar a piscina sem limpar, mas também de todos que moram na casa.

Você pode estar criando um ambiente propício para o mosquito da dengue, microrganismos, algas e musgos. Por isso é importante estar sempre atendo a como está a qualidade da água. Se possui aspecto turvo ou coloração esverdeada, é hora de limpar a piscina.

Quanto a periodicidade de limpeza, é preciso se atentar ao quanto a piscina é usada e se fica exposta, sem uso de capa protetora. Quando a piscina vem sendo usada com frequência, o ideal é limpar ao menos uma vez por semana. O mesmo é válido no caso de piscinas que ficam descobertas.

Se a água não vem sendo utilizada (no inverno, por exemplo) uma dica é manter a piscina coberta e colocar um pouco de cloro dia sim dia não, para que a água fique livre de microrganismos.

Como limpar piscina: materiais necessários

Para limpar sua piscina você vai precisar de:

  • Peneira;
  • Escova para piscina;
  • Aspirador para piscina;
  • Kit para medir pH e alcalinidade;
  • Cloro.

Como limpar piscina passo a passo

Comece a limpeza pela parte externa da piscina. Varra ou junte qualquer sujeira que possa ter acumulado por ali, como folhas e poeira. A ideia é evitar que caiam na água da piscina enquanto você estiver limpando. Aqui você pode usar uma vassoura comum, por se tratar do exterior da piscina.

Verifique se o filtro precisa ser limpo. Ele é quem absorve toda a sujeira que cai na água. Nem toda piscina possui esse filtro lateral, também chamado de coadeira. A limpeza dele é manual, se sua piscina possui, desligue o filtro e remova as sujeiras. Caso não, você pode iniciar a limpeza de resíduos maiores que caíram na água.

Com a ajuda de uma peneira remova tudo que caiu na superfície da água, folhas, insetos, cabelos, galhos e qualquer outra sujeira. Foque apenas no que está mais acima na água, aquilo que já afundou e foi para o fundo será retirado depois, com a ajuda do aspirador.

Prenda a escova no cabo telescópico, o mesmo que você estava usando para a peneira. Esfregue o fundo e as laterais da piscina. O objetivo e eliminar qualquer tipo de sujeira que tenha grudado por ali, inclusive manchas de fungos, algas ou bactérias. Ao terminar de esfregar (não use nenhum tipo de sabão) passe o aspirador de piscina.

O indicado é que você aspire a piscina filtrando ao mesmo tempo, para não haver desperdício de água. Passe o aspirador devagar, para evitar que a sujeira do fundo suba para a superfície. O fundo está muito sujo, troque pela opção aspirar drenando.

Depois que terminar de aspirar, pegue o kit de pH e alcalinidade e verifique como estão os níveis da água da piscina. O pH precisa estar entre 7,2 e 7,6 e a alcalinidade entre 80 ppm e 120 ppm. Se houver alguma alteração, será necessário usar produtos específicos para corrigir o pH e a alcalinidade da água.

Por último chegou a hora de jogar cloro. Inclusive porque é esse produto que vai garantir que a água esteja livre de microrganismos e pronta para uso. Deixe para fazer esta etapa durante a noite. Siga as orientações do fabricante do produto e despeje o cloro na água. Será preciso deixar agir por 6h e então testar o pH da água novamente.

Em média o cloro é aplicado na proporção 4 mg para cada mil litros de água, dia sim, dia não. Se achar necessário, aplique também o algicida, que vai impedir a proliferação de algas verdes e azuis. É preciso despejar 5 a 7 ml para cada mil litros de água.

Como limpar piscina: cuidados

Piscina limpa

Alguns cuidados são necessários para garantir a maior durabilidade da água da piscina. O ideal é que você:

1. Programe o dia da limpeza

Na hora de limpar a piscina você não pode ter pressa. O indicado é que você reserve um dia especialmente para essa tarefa. Um sábado de tarde pode ser prático. Você tem tempo de tirar as sujeiras, limpar o filtro e aspirar a piscina e quando terminar, poderá jogar o cloro de noite, período mais indicado para a tarefa.

No domingo de manhã a piscina estará pronta para uso!

2. Use luvas

Pode ser necessário espalhar o cloro na piscina. Mas para isso será preciso usar luvas, para evitar entrar em contato com o produto e proteger as mãos. Espalhe o cloro de acordo com as orientações do fabricante.

3. Faça a cloração da água durante a noite

Colocar cloro na água é uma etapa importante, mas o melhor é deixar para fazer isso apenas quando o sol se põe. O motivo? Se a piscina fica exposta, ao ar livre, o sol acaba decompondo o cloro e essa etapa acaba perdendo todo o efeito. O fim da tarde ou o começo da noite são os melhores horários para fazer a cloração da água.

4. Faça uma análise do residual de cloro

Sempre que fizer a cloração da água (algo que você deverá fazer dia sim e dia não nos períodos em que a piscina estiver sendo usada) será necessário verificar o quanto de resíduo de cloro sobrou na água no dia seguinte.

É preciso que esteja na faixa de 1 ppm a 3 ppm. Se estiver fora disso, você terá que ajustar a dosagem (para mais ou para menos) no próximo tratamento com cloro.

5. Faça o tratamento da água depois da piscina ter sido usada

Quando você usa os produtos químicos para o tratamento da água – no caso o cloro – não é recomendado usar a piscina imediatamente. Além de atrapalhar a etapa final da higienização da piscina, há o risco de se desenvolver alguma alergia, devido a alta concentração de cloro.

O ideal é que a substância seja despejada sempre depois do uso da piscina ou ao menos seis horas antes de alguém entrar na água – tempo indicado para o cloro agir e ficar dentro de níveis aceitáveis.

6. Não esvazie a piscina no inverno

Durante o inverno aposte nas capas de proteção e continue fazendo a cloração da água, para evitar a proliferação de bactérias e algas. Se você esvazia a piscina, além de desperdiçar água pode diminuir a durabilidade do revestimento, que ficará ressecado.

A capa ainda é a melhor alternativa, fique a piscina a céu aberto ou em um espaço fechado da casa.

Agora você já sabe como limpar piscina! Deu para perceber que a tarefa não é complicada, mas vai exigir ao menos uma tarde para ser cumprida! Cuide da sua piscina com frequência e se divirta nos dias mais quentes!

Recomendado para você