Grafiato: o que é? vantagens, desvantagens, como fazer e aplicar

Existem várias formas de transformar os ambientes da sua casa a partir da disposição dos móveis ou com uma decoração simples, que pode ir desde a compra e confecção de itens até uma mudança nas paredes. Nesse último caso, há diversas formas de realizar essa transformação, dentre elas: o grafiato.

Essa técnica, muito aplicada em salas de estar e quartos, consegue transformar qualquer cômodo em um lugar mais sofisticado. Ela consiste em ranhuras, que conseguem destacar qualquer parede.

A melhor parte do grafiato é a possibilidade de obtê-lo sem precisar contratar um profissional especializado. Além disso, o material é de baixo custo quando comparado aos outros métodos.

O grafiato pode ser aplicado em variados tipos de superfícies, como drywall, blocos pré-moldados e até em alvenaria. Contudo, alcançar o resultado desejado vai demandar que você faça alguns testes para saber se o riscado está do seu agrado.

Nesse artigo, explicaremos o que é o grafiato, quais tipos existem, como e onde aplicá-lo, além de alguns truques para te ajudar a alcançar o melhor resultado possível.

Afinal, o que é grafiato?

O grafiato é uma espécie de textura que tem sido muito aplicada nos últimos anos, em diferentes tipos de construção, mas especialmente em apartamentos, casas e imóveis comerciais.

Sua principal característica é a ranhura, sempre muito bem destacada, e pode ter diferentes cores. E, embora seja mais aplicada em cômodos como salas de estar e quartos, também é possível utilizar a técnica em áreas externas.

Além disso, o grafiato oferece algumas vantagens que vão desde a resistência à variação de temperatura até o afastamento de mofos. Para saber um pouco mais sobre os diferenciais dessa técnica, continue lendo!

O que diferencia o grafiato da textura?

Embora o grafiato seja uma textura, o contrário não é verdade. Isso porque as técnicas por trás de outras texturas são diferentes, assim, elas podem apresentar qualquer aspecto.

Além disso, as outras texturas são mais utilizadas como algo decorativo, uma vez que possuem um contraste visual maior.

Contudo, tanto o grafiato quanto a textura são ótimos para o controle de umidade. Portanto, caso uma parede da sua casa tenha bastante infiltração, você pode aplicar qualquer uma das opções.

Quais são os tipos de grafiato disponíveis?

A diferença entre os tipos de grafiato é pequena: sua gramatura ou malha. Para mais, a forma de aplicação é a mesma e a escolha de onde aplicar só depende de você. No entanto, explicaremos a seguir um pouco mais sobre as variações desse produto, disponíveis no mercado.

  • Malha 8: esse tipo de grafiato tem um acabamento mais rústico e, comumente, é aplicado em fachadas e muros.
  • Malha 10: esse é o tipo de grafiato mais utilizado no mercado. Contudo, ele fica em um nível intermediário de ranhuras.
  • Malha 12: para quem deseja um acabamento delicado e fino, a malha 12 é perfeita. Geralmente, ele é aplicado em salas de estar e quartos.

Vantagens e desvantagens do grafiato

Grafiato

Assim como outras técnicas, como a aplicação de papel de parede ou texturas, o grafiato também tem seus prós e contras. Por isso, separamos abaixo duas listas, às quais você deve se atentar antes de decidir se quer seguir com essa transformação da sua parede.

Confira as vantagens e desvantagens do grafiato a seguir.

Vantagens

  • Técnica de baixo custo;
  • Traz elegância ao ambiente;
  • Resistente à umidade;
  • Pode ser pintado de qualquer cor;
  • Pode ser aplicado ao interior e ao exterior de qualquer ambiente;
  • Excelente durabilidade;
  • Fácil aplicação;
  • Não precisa de manutenção constantemente;
  • Impermeabiliza as paredes;
  • Afasta incidência de raios solares.

Desvantagens

  • Difícil remoção da parede;
  • Só pode ser aplicada com o fundo branco primeiro;
  • Difícil de alterar a cor.

Como fazer grafiato?

Grafiato

Como dito no início do artigo, não é necessário contratar um profissional especializado para fazer o grafiato, ou seja, você mesmo pode fazê-lo. Para isso, só é preciso aprender como fazer a aplicação e quais materiais serão utilizados.

Portanto, explicaremos a seguir o que será utilizado e como é feita, etapa por etapa, a aplicação do grafiato.

Materiais necessários

  1. Fita crepe;
  2. Espátula;
  3. Plásticos, jornais ou lona para proteção do piso;
  4. Balde;
  5. Mexedor;
  6. Primer acrílico;
  7. Pincel ou rolo de pintura;
  8. Ferramenta risca fácil;
  9. Massa própria para grafiato;
  10. Desempenadeira plástica.

Passo a passo de como fazer o grafiato

Agora que você já sabe quais são os materiais necessários, basta seguir o passo a passo para fazer a aplicação do grafiato. Confira:

Prepare o ambiente

  1. Utilize plástico, jornal ou lona para proteger móveis, quadros, molduras e o piso;
  2. É possível utilizar, também, fita crepe, para proteger molduras de gesso e rodapés.

Prepare a parede

  1. Antes de tudo, observe se existem vestígios de tintas soltas na parede em que aplicará o grafiato. Se a resposta for positiva, então utilize a espátula ou a lixa e faça a raspagem.
  2. Se houver trincas e fissuras, corrija-as.

Aplique o primer

  1. Pegue um balde ou bandeja específica para pintura, coloque água e dilua o primer acrílico;
  2. Mexa bem até que a mistura fique homogênea;
  3. Em seguida, pegue uma trincha ou rolo de lã e comece a aplicar;
  4. Depois, aguarde em torno de 4 a 6 horas para a parede secar.

Aplique a massa para grafiato

  1. Antes de seguir o próximo passo, verifique se a prede está seca;
  2. Pegue um balde, coloque água e dilua a massa para grafiato;
  3. Verifique sempre as proporções: observe se a parede não precisará de mais que uma embalagem de massa;
  4. Coloque uma camada de massa em cima da desempenadeira de plástico;
  5. Inicie a aplicação, de maneira uniforme, mantendo uma espessura.

Use o risca-fácil

  1. Após a aplicação da massa, use a ferramenta risca-fácil por cima dela;
  2. Passe de cima para baixo, mantendo-a sempre na mesma direção;
  3. A risca-fácil fará os riscos do

Finalize o processo

  1. O risca-fácil deixará a parede rugosa, então utilize a desempenadeira para retirar o excesso;
  2. Ao fazer isso, deslize a desempenadeira na direção vertical, a mesma direção em que você utilizou o risca-fácil;
  3. Por fim, aguarde de 24 a 48 horas até que a massa fique completamente seca.

Dicas para a fabricação do grafiato

Além do processo que acabamos de ensinar, você precisa saber mais algumas coisas para poder aplicar a técnica do grafiato. Veja algumas delas a abaixo:

  • Use argamassa e areia: para a surpresa de algumas pessoas, é possível fazer o grafiato utilizando apenas argamassa e granitina. No entanto, se você quer obter menos gastos, uma alternativa é a utilização de areia na composição.
  • Saiba colorir: já sabemos que o grafiato pode receber qualquer tipo de coloração, dos tons mais claros aos mais escuros. Para fazer isso, é possível utilizar argamassa de cor natural e depois realizar a pintura da parede com o pigmento da sua preferência. Contudo, é preciso usar uma tinta específica para parede.

Há também a opção de aplicar um pigmento ao misturar a massa. Assim, você estará economizando, pois, não terá que fazer o grafiato primeiro e depois a pintura.

  • Utilize o grafiato para controlar a umidade: como dito anteriormente, essa técnica tem a capacidade de impermeabilizar as paredes, deixando-as resistentes e amenizando o problema.

Contudo, o correto é encontrar a raiz do problema para realizar a eliminação garantida da infiltração.

  • Saiba fazer a aplicação: quando realizar a aplicação do grafiato, se certifique de fazer isso de uma vez só toda a parede, pois, essa técnica não permite uma emenda.

Isso não quer dizer que não é possível realizar esse procedimento. Contudo, o resultado pode não ficar como você esperava.

Esse artigo sobre grafiato te ajudou?

Variar a decoração da casa é uma maneira de melhorar o ambiente e torna-lo mais equilibrado e ideal para quem mora na casa. Contudo, há sempre um certo receio quanto ao custo de fazer isso, especialmente com o aumento do valor dos materiais disponíveis no mercado.

Portanto, o grafiato é uma técnica que, além de embelezar e dar um ar mais sofisticado ao ambiente, ainda é econômico e de fácil aplicação. Cheio de vantagens, essa textura certamente consegue agradar qualquer um.

Agora que você sabe como aplicar o grafiato, por que não dar uma chance ele? Com certeza você ficará impressionado com o resultado.

Já aplicou essa técnica de decoração na sua casa? Tem alguma sugestão ou crítica? Escreva nos comentários!