Como plantar Zamioculca: conheça 8 dicas essenciais para iniciar o plantio

O nosso cotidiano está cada vez mais corrido, sem tempo de sobra para cuidar de coisas simples, como cultivar um jardim ou lidar com plantas. Ainda assim, a falta que faz poder mexer com a terra e com elementos tão preciosos da natureza, impacta negativamente a nossa vida.

As plantas têm um poder tão importante para quem vive em espaços urbanos, já que através delas é possível se conectar à natureza e aos nossos antepassados. Elas servem também como terapia: ajudam no bem-estar, lembrando a importância delas para a nossa sobrevivência, afinal, são elas que produzem o oxigênio que respiramos!

Então, se você quer ter um espaço verde na sua casa e seu tempo é bem curto, por que não apostar na Zamioculca? Ela tem esse nome diferente e é uma planta bem fácil de cuidar, não precisa de experiência prévia com jardinagem e o custo de manutenção é bem baixo!

Vamos descobrir como plantar Zamioculca? Siga apenas as dicas abaixo para que em pouco dias, você tenha um espaço arborizado, verdinho e bonito no seu lar!

Você quer saber como plantar Zamioculca? Então, conheça melhor essa planta!

Originária da África tropical, nativa da Tanzânia, essa espécie exótica da família das Aráceas, é resistente e necessita de poucos cuidados para sua sobrevivência. Para ter uma ideia, a Zamioculca consegue resistir até em condições pouco favoráveis de água e iluminação. Por esse motivo, ela é uma ótima alternativa para quem não tem muito tempo disponível ou conhecimento de jardinagem.

Por conta do brilho intenso de sua folhagem, a Zamioculca é muito usada em áreas internas como salas de estar, corredores, lojas, escritórios, entre outros locais. Outra vantagem é que elas se adaptam bem a lugares com pouquíssima luminosidade e ventilação.

Já no paisagismo, a Zamioculca não tem muita importância ornamental, já que as flores ficam dentro da touceira e a sua folhagem acaba roubando a cena. Aliás, elas também ficam bonitas para serem utilizadas em varandas, terraços e quintais com pouca iluminação.

Como plantar Zamioculca: a “planta da fortuna”

Existem muitas crenças populares que afirmam que a Zamioculca concede poderes de bons presságios ligados ao sucesso financeiro. Por esse motivo, o Feng Shui usa muito a Zamioculca por se considerada a planta da fortuna.

1. Cuidados essenciais

A Zamioculca tem inúmeros modos de ser utilizada, como:

  • De forma isolada em vasos;
  • Em canteiros de jardins da área externa;
  • Colocada à meia sombra;
  • Ou, até mesmo, em sombra plena.

O solo que deverá ser usado para plantar a Zamioculca deve ser rico em matéria orgânica, muito bem drenado, mais ainda sim, com certa umidade.

Atenção: evite acumular a água na Zamioculca, já que pode amarelar as folhas, apodrecer as raízes, culminando assim, na morte da planta. Por isso, use o regador e a mangueira com moderação durante a rega.

Aliás, sobre regar a Zamioculca, lembre-se que a necessidade de água é baixa: de 1 a 2 vezes por semana, de forma que o solo esteja sempre úmido, porém, nunca encharcado.

2. Sombra para crescer!

Para a Zamioculca crescer sadia e vigorosa, é necessário que ela fique em meia sobra ou em sombra total. Os ambientes podem ter claridade, mas sem incidência direta do Sol.

Os locais mais indicados para Zamioculca são paredes e quinas, já que elas protegem a planta de ventos fortes. Você pode também optar por bosques, corredores ou locais que tenham pouca iluminação.

3. Limpeza de suas folhas

Para limpar a folhagem da Zamioculca você pode lavar com água (nesse caso pode ser da chuva, de um recipiente como regador ou da mangueira); outra opção é passar um pano velho umedecido com café frio em cada folha. Lembre-se sempre de secá-las com cuidado depois da limpeza.

Caso você note que as folhas estão amareladas ou com um tom verde opaco, esse é um sinal do excesso de água na planta. Nesse caso, o ideal é replantá-la, como ensinaremos em um dos tópicos a seguir.

4. Como plantar Zamioculca passo a passo em um vaso

Para o plantar a Zamioculca em um vaso, precisaremos de:

  • Um ou mais vasos que tenham o tamanho adequado para a planta crescer e se desenvolver;
  • Uma manta filtrante para colocar no fundo do vaso;
  • ¼ de argila expandida (que ajudará na drenagem);
  • 1 litro de terra vegetal rica em matéria orgânica;
  • ½ litro de areia;
  • ½ litro de húmus de minhoca;
  • Uma pá.

Modo de plantio em vaso:

  1. Primeiro, misture a terra, a areia e o húmus para formar o solo em que será plantada a Zamioculca;
  2. Pegue o vaso em que você plantará a Zamioculca;
  3. No fundo do vaso, coloque a manta filtrante;
  4. Em seguida, adicione a camada de argila expandida para auxiliar na drenagem;
  5. Para finalizar, adicione o solo já misturado, para fazer o plantio;
  6. Após todas essas etapas realizadas, com a ajuda da pá, coloque a planta e preencha com o restante da terra;
  7. Pronto: sua Zamioculca já está plantada!

É importante ressalvar que as quantidades mencionadas acima são relativas à proporção, então, a quantidade a ser preparada dependerá do tamanho do vaso escolhido.

5. Como plantar Zamioculca: mudas

Para entender mais sobre a multiplicação de mudas, no caso da Zamioculca é feito através de sementes que caem da haste quando há floração. Isso também pode acontecer a partir da divisão de touceiras que acabam desenvolvendo novas mudas laterais com enraizamento aéreo.

Você pode também ter mudas através do processo a seguir:

  • Retire os folíolos que compõem a folha;
  • Enterre-os no solo, aguardando o enraizamento e o crescimento de uma nova planta (esse processo costuma demorar de 2 a 3 meses para saírem os primeiros brotos);
  • Após esse processo, são necessários mais 6 a 8 meses para a planta crescer e ficar “cheia”.

A melhor época para você propagar a sua Zamioculca é no verão quando ela possui um desenvolvimento mais rápido. Já no caso do replantio dos vasos de Zamioculca, o tempo ideal é a cada 4 anos, com desmembramento da touceira que originará novas mudas e terá uma terra totalmente nova.

6. Replantio da Zamioculca

Para realizar o replantio é importante observar alguns pontos:

  • Quando vaso da planta estiver muito cheio;
  • Se as raízes estão superficiais.

Como replantar a Zamioculca? Veja o passo a passo!

  1. Em um vaso maior, retire um pouco do substrato antigo aderido às raízes;
  2. Em seguida, faça uma camada de drenagem;
  3. Adicione um pouco de substrato;
  4. Coloque a planta e preencha com um pouco mais de substrato.

7. Toxicidade

Apesar de sua beleza e praticidade, a Zamioculca é uma planta tóxica. Por esse motivo, não é recomendável plantar Zamioculca em locais que tenham presença de animais domésticos (como cachorros e gatos que tem o hábito de cavar e comer plantinhas). Além disso, procure sempre usar luvas ao manusear a planta, seja no transplante ou na poda, já que a seiva que é liberada dos caules pode irritar a pele e as mucosas.

8. Poda

A Zamioculca é tão prática que não necessita de podas. Seu crescimento é bastante lento, chegando a um metro de altura no máximo. Já as suas folhas antigas podem ser cortadas na base. Ah, evite cortar no meio do ramo para não tirar a beleza da planta.

Já adquiriu a sua muda de Zamioculca?

Realmente, essa planta é tão prática e bonita que a gente se apaixona rapidamente por ela! E você, gostou de todas as dicas dadas de como plantar Zamioculca, além dos cuidados necessários?