Tipos de tinta: conheça as principais e veja dicas para escolher a ideal

Se você está fazendo o planejamento para uma reforma ou construção, sabe que a pintura é uma das partes mais importantes do acabamento de uma obra. Paredes e tetos bem pintados são sinônimo de um ambiente agradável, bonito e pronto para receber uma decoração e valorizá-la.

Mais do que contribuir para a estética de um local, a pintura é essencial para a proteção das superfícies contra danos do ambiente, umidade e mofo. Por esta razão, a tinta utilizada deve ser adequada para o projeto. Você sabia que existe diferentes tipos de tinta e que cada um deles tem a sua função diretamente relacionada ao ambiente para o qual ela é adequada?

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, não existe uma única tinta universal e adequada a todos os tipos de ambiente e superfície. Fazer a pintura de uma parede de alvenaria dentro de um imóvel é muito diferente de pintar o muro ou a fachada de um prédio. Por isso, para garantir a qualidade da sua reforma ou construção, é necessário que você esteja por dentro dos tipos de tinta apropriados para cada situação.

Neste artigo, você irá conhecer os principais tipos de tinta para pintura. Falaremos sobre acabamentos e tipos de tinta apropriados para ambientes internos e externos.

Siga a leitura e fique por dentro!

Quais são as principais diferenças entre os tipos de tinta?

Os tipos de tinta variam conforme a sua composição, ou seja, as substâncias utilizadas para a fabricação da tinta. Algumas tintas são feitas à base de solvente, outras à base de água. Algumas são tintas acrílicas, outras látex, cal ou epóxi. A diferença na composição das tintas faz com que cada uma tenha particularidades e características próprias.

Dentre os tipos de tinta utilizados na construção civil atualmente, temos:

  • Tinta acrílica (de acabamento fosco, semibrilho ou acetinado);
  • Tinta látex;
  • Esmalte sintético (à base de água ou óleo);
  • Tinta epóxi;
  • Tinta à base de cal;
  • Tinta óleo (de acabamento fosco ou brilhante);
  • Tinta antimofo;
  • Tinta inodora;
  • Tinta superlavável.

Cada uma dessas opções tem uma aplicação diferente e que deve ser levada em consideração na hora da escolha e compra do material para fazer a pintura de algum projeto. Pintores experientes são capazes de orientar o melhor tipo de tinta para cada projeto, mas não é necessário que você seja pintor para ter o conhecimento básico de cada uma.

A seguir, iremos apresentar os 4 principais tipos de tinta, suas particularidades e recomendações de uso. Não perca!

1. Conheça os tipos de tinta: Tinta Acrílica

Conheça os tipos de tinta: Tinta Acrílica

A tinta acrílica é feita à base de água e resinas acrílicas, compostos químicos que lhe conferem uma qualidade superior a diversos outros tipos de tinta. Por esta razão, a tinta acrílica costuma ser comercializada a um valor um pouco maior do que as outras.

A vantagem da tinta acrílica é a formação de uma película de tinta resistente a efeitos físicos e químicos do ambiente, como a umidade, o calor e sujeiras. Ela apresenta excelente durabilidade e aderência e é recomendada para ambientes que sofrem efeitos do tempo e da umidade, como áreas externas, cozinhas e banheiros.

Por ser uma tinta à base de água, a tinta acrílica têm baixo odor e secagem rápida, portanto é uma opção excelente para quem deseja fazer reformas rápidas. Ela é uma tinta adequada, também, para ambientes mais expostos a sujeiras e que requerem limpeza frequente das paredes, pois a película de resina criada pelo acabamento com a tinta acrílica é facilmente lavável com pano úmido.

Além disso, é uma tinta extremamente versátil, pois está disponível nos acabamentos fosco, semibrilho e brilhante.

Características da tinta acrílica:

  • À base de água;
  • Baixo odor;
  • Secagem rápida;
  • Cobertura eficiente na primeira demão de tinta;
  • Impermeabilidade alta;
  • Fácil limpeza.

A tinta acrílica é ideal para:

  • Áreas externas;
  • Cozinha;
  • Banheiro;
  • Locais com alto fluxo de pessoas ou expostos a sujeira.

2. Conheça os tipos de tinta: Tinta Látex

Conheça os tipos de tinta: Tinta Látex

A tinta látex é composta por um polímero sintético chamado Acetato de Polivinilo e, por isso, essa tinta também é chamada de látex PVA. Essa substância que compõe a tinta também é solúvel em água e não apresenta odor. A cobertura do acabamento da tinta látex é fosca.

Quando comparamos a tinta látex com a acrílica, percebemos que as maiores diferenças entre os dois tipos de tinta estão na durabilidade, resistência e impermeabilidade. A tinta látex é menos durável e resistente e, também, não é tão impermeável quanto a acrílica. No entanto, ela é vendida a um preço menor e tem excelente rendimento, portanto, é mais econômica.

Embora você precise fazer a diluição da tinta látex para aplicar nas paredes e, por isso, ela precise de mais de uma demão para apresentar boa cobertura, o custo-benefício ainda compensa para quem deseja economizar.

Com relação à limpeza das paredes pintadas com esse tipo de tinta, ela deve ser feita com cuidado para que não danifique a pintura. Não é indicado utilizar materiais abrasivos e nem produtos de limpeza, somente água e sabão neutro. Portanto, a tinta látex é mais apropriada para locais que não necessitem de limpeza e manutenção constantes, como áreas internas e locais com acabamento em massa corrida, gesso ou reboco.

Características da tinta látex:

  • À base de água;
  • Baixo odor;
  • Secagem rápida;
  • Durabilidade relativa;
  • Resistente a mofo;
  • Bom rendimento;
  • Baixo preço.

A tinta látex é ideal para:

  • Áreas internas secas;
  • Locais com baixa necessidade de manutenção;
  • Acabamento em gesso, massa corrida ou reboco.

3. Conheça os tipos de tinta: Esmalte Sintético

Conheça os tipos de tinta: Esmalte Sintético

O esmalte sintético foi desenvolvido para a pintura de superfícies de metal e madeira e apresenta as opções de acabamento fosco, acetinado ou brilhante. Embora tenha sido criado para a pintura de metais e madeira, a tinta esmalte é uma opção excelente para o acabamento de áreas externas expostas à chuva e ao sol.

Isto, pois, após a aplicação do esmalte sintético, a superfície ganha uma película protetora capaz de resistir aos efeitos químicos e físicos do tempo.

O esmalte sintético pode ser feito à base de óleo ou de água. Quando à base de água, apresenta secagem mais rápida e odor menos pronunciado.

Características do esmalte sintético:

  • À base de solvente ou água;
  • Odor moderado;
  • Secagem mais lenta;
  • Grande durabilidade;
  • Resistente a efeitos físicos e químicos.

O esmalte sintético é ideal para:

  • Madeira;
  • Metal;
  • Áreas externas com alta exposição ao tempo.

4. Conheça os tipos de tinta: Cal

As tintas à base de cal são muito comuns e populares, devido ao seu baixo preço e grande facilidade de aplicação. Ela é produzida artesanalmente e possui um acabamento satisfatório, embora rústico. É a melhor opção para superfícies porosas e ásperas, como concreto; argamassa de revestimento etc.

Além de econômica, a pintura com cal é sustentável, pois é livre dos compostos tóxicos presentes nas tintas industrializadas. É, também, de fácil aplicação e manejo para quem deseja fazer a pintura sem precisar contratar um pintor.

A caiação, ou pintura com tinta à base de cal, é um processo bactericida e fungicida, portanto apresenta bons resultados contra a formação de mofo. Porém, por ser uma técnica mais rudimentar, a resistência da pintura com cal é inferior aos outros tipos de tinta e ela também tem a cobertura mais difícil, necessitando de um maior número de demãos.

Características da tinta à base de cal:

  • Diluída em água;
  • Econômica;
  • Odor muito leve;
  • Secagem rápida;
  • Bactericida e fungicida;
  • Durabilidade inferior;
  • Não é impermeável;
  • A limpeza pode danificar o acabamento.

A pintura com cal é ideal para:

  • Superfícies porosas;
  • Blocos de concreto;
  • Concreto aparente;
  • Argamassa de revestimento.

Agora, você já conhece os principais tipos de tinta utilizados na maioria das obras de construção civil residencial. Gostou do artigo? Deixe-nos um comentário com as suas dúvidas e sugestões!